Topo
Quicando

Quicando

Esse tutorial em um chinelo só pode ser obra de mentes diabólicas

Juliana Kataoka

30/06/2019 19h08

Recentemente a página 5-minute crafts postou esse tutorial de como fazer um case de celular a partir de um chinelo que ainda mantém seu uso nos pés e, eu não tenho nem palavras!

Quem em sã consciência pega um chinelo perfeitamente funcional e em estado de novo para fazer isso!

As pessoas rapidamente começaram a comentar o vídeo com perplexidade – o que fez com que ele não parasse de aparecer na timeline.

O conteúdo me pareceu familiar e lembrei que ter visto alguns tutoriais terríveis da mesma página!

Estes tutoriais incluem: o pincel de cabelo humano.

A balaclava de cabelo.

A horripilante cadeira de calça jeans.

O chinelo de papelão.

E seu primo mais rico, o chinelo de cola quente.

A página é possivelmente uma das responsáveis por essa situação aqui.

Quem está por trás dessa iniciativa diabólica? A quem interessa o desgraçamento de nossas cabeças?

O 5-minute crafts é produto de uma empresa chamada The Soul Publishing, com base no Chipre e fundada por dois russos, Pavel Radaev e Marat Mukhametov. Segundo esta matéria da Vox, eles têm uma produção de 1500 vídeos por mês, feita por uma equipe de 50 funcionários em 49 páginas, em 10 línguas diferentes.

Eles usam o algoritmo do YouTube e nossa tendência irresistível de compartilhar coisas toscas para ganhar rios de dinheiro.

De acordo com o Social Blade, a página é o sétimo canal em número de inscritos em todo YouTube com 57 milhões de inscritos e 100 mil novas assinaturas por dia. O site ainda estima que eles estejam faturando de 1.6 a 25 milhões por ano.

Pelo menos agora você vai assistir os vídeos sabendo!

Veja também:
A internet conseguiu parir um meme nonsense e fofinho sobre sexo anal (!?)

Aqui está a razão porque tem tantos perfis russos visualizando seus stories

Tweet viral levantou debate sobre fotografar desconhecidos sem autorização

 

Sobre as autoras

Juliana Kataoka, jornalista e redatora, trabalhou no BuzzFeed Brasil, em agências de publicidade e outros veículos. Não consegue sair das redes sociais, mas jura que tenta. Redes sociais: Twitter Facebook Instagram
Susana Cristalli, jornalista de formação, redatora de tudo um pouco e tradutora. Moradora da internet, acorda cedo pra varrer a calçada cheia de memes do dia anterior. Redes sociais: Twitter Facebook Instagram

Sobre o Blog

Vamos contar pra você, do nosso jeitinho, as histórias que mais quicaram na internet durante esta semana e que você talvez tenha perdido, ou não.