PUBLICIDADE
Topo

É meio inacreditável o que estas pessoas ouviram de seus psicólogos

Susana Cristalli

22/01/2020 14h15

Fazer terapia é muito bom, mas é importante escolher um profissional que combine com você e te respeite. Isso não significa que ele precisa concordar com tudo o que você diz, mas pelo menos entender seu estilo de vida, seu lugar na sociedade e não te julgar por isso. Só que, como em qualquer área, na psicologia e psiquiatria existem profissionais excelentes e outros sem noção. Prova está que o Bruno jogou esta pergunta no Twitter e as respostas são de cair o queixo.

Por exemplo, isto.

Isso talvez fosse uma terapia de choque?

De acordo com o Código de Ética Profissional do Psicólogo é vetado ao terapeuta induzir a qualquer convicção religiosa.

Veja também:
As psicólogas destas pessoas devem estar exaustas mas rindo muito

Alertas vermelhos para impedir suas amigas de ficar com certos homens

Um comentário como este pode fazer alguém querer desistir da terapia. E isso seria uma pena, porque se tratar com o profissional adequado pode mudar para melhor a vida da pessoa.

O Código de Ética também diz que é vetado estabelecer vínculo com o atendido, familiar ou terceiro de forma que possa afetar o resultado da terapia. Mas essa do tuíte abaixo deve ser do time da Telma, da novela Amor de Mãe.

Não pode passar mal agora?

O mínimo que se espera é que o psicólogo permaneça acordado, ainda mais com os preços que cobram.

O Código de Ética ainda indica que é vetado ao psicólogo induzir a qualquer tipo de preconceito no exercício de suas funções profissionais.

Peraí, quem está tratando quem?

As pessoas também lembraram que dentro da psicologia existem várias abordagens, e às vezes é questão de pesquisar e seguir tentando até achar uma linha que funcione para você. Mas, também, que existem atitudes totalmente inaceitáveis independentemente do tipo de terapia.

De acordo com este link do Brasil Escola, as diferenças entre psiquiatra, psicólogo e psicanalista são as seguintes.

O psiquiatra é um profissional da medicina que após ter concluído sua formação, opta pela especialização em psiquiatria. Esta é realizada em 2 ou 3 anos e abrange estudos em neurologia, psicofarmacologia e treinamento específico para diferentes modalidades de atendimento, tendo por objetivo tratar as doenças mentais. Ele é apto a prescrever medicamentos, habilidade não designada ao psicólogo. Em alguns casos, a psicoterapia e o tratamento psiquiátrico devem ser aliados.

O psicólogo tem formação superior em psicologia, ciência que estuda os processos mentais (sentimentos, pensamentos, razão) e o comportamento humano. O curso tem duração de 4 anos para o bacharelado e licenciatura e 5 anos para obtenção do título de psicólogo. No decorrer do curso a teoria é complementada por estágios supervisionados que habilitam o psicólogo a realizar psicodiagnóstico, psicoterapia, orientação, entre outras. Pode atuar no campo da psicologia clínica, escolar, social, do trabalho, entre outras.

O psicanalista é o profissional que possui uma formação em psicanálise, método terapêutico criado pelo médico austríaco Sigmund Freud, que consiste na interpretação dos conteúdos inconscientes de palavras, ações e produções imaginárias de uma pessoa, baseada nas associações livres e na transferência. Segundo a instituição formadora, o psicanalista pode ter formação em diferentes áreas de ensino superior.

Siga o Quicando nas Redes:

Sobre as autoras

Juliana Kataoka, jornalista e redatora, trabalhou no BuzzFeed Brasil, em agências de publicidade e outros veículos. Não consegue sair das redes sociais, mas jura que tenta. Redes sociais: Twitter Facebook Instagram
Susana Cristalli, jornalista de formação, redatora de tudo um pouco e tradutora. Moradora da internet, acorda cedo pra varrer a calçada cheia de memes do dia anterior. Redes sociais: Twitter Facebook Instagram

Sobre o Blog

Vamos contar pra você, do nosso jeitinho, as histórias que mais quicaram na internet durante esta semana e que você talvez tenha perdido, ou não.

Quicando