PUBLICIDADE
Topo

Capa dos unicórnios brancos ricos surpreende zero pessoas mas irrita várias

Susana Cristalli

07/12/2019 09h26

Neste final de ano duas revistas, ambas especializadas em falar sobre pessoas ricas e bem-sucedidas, publicaram capas sobre os destaques de 2019. E a internet não pôde deixar de notar que os indivíduos das fotos se parecem muito entre si.

Muitas reações foram na linha "ache o erro nesta foto".

E esses unicórnios não apenas se parecem, como têm o mesmo gosto para se vestir.

"Ai mas que chatice, qual o problema se eles são todos homens brancos num país que tem tanta diversidade? Se estão lá foi porque me-re-ce-ram". (Atenção, o tuíte abaixo CONTÉM IRONIA.)

Veja também:
Influencer mostra em vídeo como negras são invisíveis para marcas de make

Conheça o Tinder dos Livros antirracista, agora apoiado pelo Twitter

Bem, o problema não é que essas pessoas tenham se destacado. Se a revista é sobre dinheiro, é justo que mostrar aqueles que o ganharam. O que as pessoas repararam foi que, a julgar por essas fotos, a riqueza do país segue estando onde sempre esteve.

Principalmente, é decepcionante que uma capa com a palavra unicórnios não mostre nenhum cavalo de chifre com arco-íris!

Mas, também, problematizaram a problematização. O argumento é que – em vez de reclamar – para mudar essa realidade seria mais interessante focar em dar mais visibilidade a mulheres e pessoas não brancas que estão se destacando também.

Sobre as autoras

Juliana Kataoka, jornalista e redatora, trabalhou no BuzzFeed Brasil, em agências de publicidade e outros veículos. Não consegue sair das redes sociais, mas jura que tenta. Redes sociais: Twitter Facebook Instagram
Susana Cristalli, jornalista de formação, redatora de tudo um pouco e tradutora. Moradora da internet, acorda cedo pra varrer a calçada cheia de memes do dia anterior. Redes sociais: Twitter Facebook Instagram

Sobre o Blog

Vamos contar pra você, do nosso jeitinho, as histórias que mais quicaram na internet durante esta semana e que você talvez tenha perdido, ou não.

Quicando