PUBLICIDADE
Topo

Quicando

O SPFW foi tendência pelos piores motivos possíveis nesta temporada

Juliana Kataoka

29/04/2019 11h13

Na semana passada, a 47ª SPFW trouxe as coleções de 36 marcas para a próxima temporada. Enquanto a conversa sobre novos cortes, shapes e modelagens engajou muito pouco ou quase nada, dois assuntos ultrapassaram as paredes das salas de desfile, a homenagem de Ronaldo Fraga à Marielle Franco e a morte do modelo Tales Cotta, e deixaram o mundo da moda em estado de luto, mal estar e reflexão.

Visualizar esta foto no Instagram.

 

📸📸📸📸Click by @zievinic @base_mgt #malemodels #brazil #brazilian #digital #base #agency #fashionmodel #saopaulocity

Uma publicação compartilhada por Tales Cotta (@tales.cotta) em

Na sexta-feira (26), Ronaldo Fraga fez desfile que segundo o próprio trazia o questionamento: "Se Portinari fosse pintar os painéis do Brasil hoje, quais elementos ele usaria para ilustrar o 'Guerra e Paz'?". Só que duas das imagens que ele criou geraram críticas principalmente por parte das pessoas negras nas redes sociais.

Descobriu-se depois que a família sequer foi consultada sobre o uso da imagem de Marielle nas peças.

A irmã de Marielle se manifestou de forma contundente contra o uso da imagem de sua irmã no Instagram do SPFW.

Reprodução / Instagram

O estilista Ronaldo Fraga respondeu às críticas por meio de vídeo no Instagram reiterando a proposta do desfile de retratar o momento atual, como fez Portinari a sua época, e enfatizou que as peças não serão vendidas.

No sábado (27), o modelo Tales Cotta teve um mal súbito e caiu desmaiado durante desfile da marca Ocksa. Por volta das 18h, ainda não era conhecido o estado de saúde do modelo, mas a decisão da marca e da organização de continuar com os desfiles já gerava mal estar.

Por volta das 19h30 o SPFW soltou um comunicado oficial comentando a morte do modelo.

Porém, os desfiles seguiram como no cronograma e as críticas sobre insensibilidade do evento e da indústria não paravam de aparecer nas redes sociais.


Com a repercussão negativa, a organização divulgou nova nota dizendo que a escolha por continuar com os desfiles após a morte foi feita de comum acordo com todos os estilistas.

Nos últimos dois desfiles do dia, a morte do modelo já era de conhecimento geral e o clima era o pior possível. Durante o desfile da Cavalera, o cantor Rico Dalassam fez o seguinte manifesto.

E o resumo das tendências da semana de moda mais importante do país acabou sendo este aqui.

Veja também:
Internet fica do lado do funcionário ao ler comunicado da Livraria Cultura

Parece que em 2019 o 1º de abril não tem mais como competir com a realidade

Emicida escancarou a insensibilidade coletiva ao comentar caso dos 80 tiros

Sobre as autoras

Juliana Kataoka, jornalista e redatora, trabalhou no BuzzFeed Brasil, em agências de publicidade e outros veículos. Não consegue sair das redes sociais, mas jura que tenta. Redes sociais: Twitter Facebook Instagram
Susana Cristalli, jornalista de formação, redatora de tudo um pouco e tradutora. Moradora da internet, acorda cedo pra varrer a calçada cheia de memes do dia anterior. Redes sociais: Twitter Facebook Instagram

Sobre o Blog

Vamos contar pra você, do nosso jeitinho, as histórias que mais quicaram na internet durante esta semana e que você talvez tenha perdido, ou não.

Quicando