Topo
Quicando

Quicando

Internet fica do lado do funcionário ao ler comunicado da Livraria Cultura

Juliana Kataoka

2026-04-20T19:11:37

26/04/2019 11h37

No começo desta semana foi publicado no site Passa Palavra um texto sobre o processo de sucateamento do trabalho na Livraria Cultura ao longo dos anos. No texto, os ex-funcionários relatam tentativas frustradas para tentar discutir as condições de trabalho que eram punidas com ameaças, demissão e assédio moral.

O texto tem o seu ápice no relato da ocasião em que o dono de uma das unidades, ao dar esporro na equipe, sugeriu que os incomodados assinassem uma lista que ele mesmo prepararia a demissão. O que ele não contava é que os funcionários fariam fila na porta do RH. Em um desfecho desmantelado, o dono teve que voltar atrás na proposta já que a empresa não teria como arcar com tantas demissões sem justa causa.

Nas redes sociais é possível encontrar relatos de ex-funcionários que confirmam em linhas gerais a cultura descrita pelo texto.

Mariana Moura conta que trabalhou na Livraria Cultura em Brasília de 2006 a 2008.


O autor deste tuíte que trabalhou na Livraria Cultura em São Paulo entre 2015 e 2016.

O fato é que o texto viralizou e a própria Livraria Cultura se viu obrigada a comentar o que estavam falando sobre ela nas redes sociais.

Só que a emenda saiu pior que o soneto e mais uma vez a Livraria Cultura virou assunto nas redes sociais.

As pessoas ficaram incomodadas pelo tom do comunicado frente à gravidade das acusações.

Como se as pessoas estivessem erradas por não ficarem caladas.

Não a empresa por não tomar responsabilidade pelo que está acontecendo.

Alguns até se perguntaram se o comunicado teria sido escrito por um agente duplo.

Mas o que a gente sonha mesmo é em ter a autoestima de certas empresas ao lidar com críticas.

Veja também:
Há tempos um comercial do Banco do Brasil não rodava tanto na internet

Bolsonaro fica sem Twitter após briga com Carlos e tuíte assinado polemiza

Quantas destas frases péssimas você já ouviu como se fossem elogios?

Sobre as autoras

Juliana Kataoka, jornalista e redatora, trabalhou no BuzzFeed Brasil, em agências de publicidade e outros veículos. Não consegue sair das redes sociais, mas jura que tenta. Redes sociais: Twitter Facebook Instagram
Susana Cristalli, jornalista de formação, redatora de tudo um pouco e tradutora. Moradora da internet, acorda cedo pra varrer a calçada cheia de memes do dia anterior. Redes sociais: Twitter Facebook Instagram

Sobre o Blog

Vamos contar pra você, do nosso jeitinho, as histórias que mais quicaram na internet durante esta semana e que você talvez tenha perdido, ou não.