PUBLICIDADE
Topo

A história da escova para higiene íntima mostra como o assunto ainda é tabu

Susana Cristalli

16/01/2020 16h26

Esta dica para cuidar da higiene íntima fez muita gente se horrorizar (sim, essa escova de dentes está envolvida).


Os prints foram tirados do grupo Gina Indelicada, do Facebook, e ganharam o mundo quando foram postados no Twitter. Vamos olhar para eles com mais atenção.

As fotos parecem totalmente inocentes, mas na verdade são feitas da mesma matéria dos pesadelos. É que a autora do post, que teve o nome protegido, diz que lava a vagina e o ânus usando sabonete líquido íntimo e essa ESCOVA DE DENTES.

Confiante na lógica de que "afinal é uma boca", ela afirma dar aquela escovada na piriquita e nas pregas.

Estamos na internet e, claro, muitos desconfiaram que a autora só quisesse causar no grupo. Mesmo assim, quem leu o post precisou de uns segundos para se recuperar.

Veja também:

Esse megazord de dicas de sexo femininas podia focar mais em receber prazer 

A internet está cismada com elogios não relacionados à beleza 

Sim, ela teoricamente usa A MESMA ESCOVA pra vagina e pro ânus.

As pessoas também repararam que a mulher brasileira tem ideias confusas sobre higiene íntima: muitas acham que é preciso usar produtos perfumados ou lavar a parte interna da vagina.

E isso é desaconselhado por muitos especialistas.

Falamos com a ginecologista Lilian Takeda, da clínica Ikiru, em São Paulo, e ela também diz ter percebido que existe confusão a respeito de higiene íntima. "Temos tido pacientes que acham que precisa usar vários produtos para se manter limpa".

A doutora Lílian explica que o ph da vagina é levemente ácido – entre 4,2 e 5,9 – e, se a higiene íntima alterar essa harmonia, irá prejudicar os lactobacilos locais e assim abrir a porta para infecções. De acordo com ela, os produtos para higiene íntima têm uma quantidade de componentes químicos que, para algumas mulheres, podem não dar problema nenhum. Mas para outras podem aumentar a chance de alergias.

É importante limpar bem as dobrinhas externas, sim, mas nunca com algo que possa ferir a mucosa delicada da região. Ou seja, a escova não é indicada. E pelo amor de Deus, nunca fazer nada que possa levar germes da região anal para a vaginal. "Como ensinaram nossas mães, a higiene é sempre e só de frente para trás", reforça a doutora.

Também trocamos uma ideia com a doutora Juliany Nascimento Silva, do perfil Ginecologista Sincera. E ela opina que ter um momento de autocuidado e autoexploração é super positivo e fazer isso com uma escovinha macia pode ser uma boa idea! Mas apenas como atividade recreativa, se é que me entendem: ela concorda que nunca se deve usar sabonete – muito menos bactericida! – nas mucosas.

Sobre as autoras

Juliana Kataoka, jornalista e redatora, trabalhou no BuzzFeed Brasil, em agências de publicidade e outros veículos. Não consegue sair das redes sociais, mas jura que tenta. Redes sociais: Twitter Facebook Instagram
Susana Cristalli, jornalista de formação, redatora de tudo um pouco e tradutora. Moradora da internet, acorda cedo pra varrer a calçada cheia de memes do dia anterior. Redes sociais: Twitter Facebook Instagram

Sobre o Blog

Vamos contar pra você, do nosso jeitinho, as histórias que mais quicaram na internet durante esta semana e que você talvez tenha perdido, ou não.

Quicando