PUBLICIDADE
Topo

Retrospectiva Quicando 2019: o que mais quicou na CULTURA POP

Susana Cristalli

30/12/2019 09h00

Se você está lendo este post, primeiramente parabéns. Sim, você merece aplausos por ter chegado ao final deste ano que foi sofrido e surreal para a maioria de nós. Um ano em que nos agarramos com unhas e dentes a tudo o que tivesse o poder de nos distrair um pouco. Por isso, é tempo de enaltecer e agradecer ao melhor da cultura pop, que nos ajudou a chegar até aqui.

Com vocês, um apanhado do que mais virou meme entre as séries, filmes, música pop, desenhos e games em 2019 – ao menos desde abril, quando este blog estreiou.

O primeiro trailer do filme do Sonic nos mostrou um porco-espinho muito diferente do que os fãs imaginavam.

Os spoilers de VINGADORES: ULTIMATO fez amigos próximos brigarem como não acontecia desde as eleições de 2018.

Ame ou odeie, foi o meme do ano: JUNTOS E SHALLOW NOW foi usado até a exaustão por todo mundo. Já a versão em português da música da Lady Gaga… alguém aí ouviu?

O BTS fez show em São Paulo e ninguém ficou imune. Até quem nunca tinha ouvido falar nos meninos coreanos acabou impactado. Entre todas as histórias geradas pela passagem dos k-poppers, a desta pomba é provavelmente a que mais grita BRASIL!

Em 2019 acabou uma era. Uma era de gelo e fogo que durou oito anos e está gravada para sempre no imaginário coletivo universal. Mas eita finalzinho bosta, hein?

Algumas coisas acabam, outras se renovam. O anúncio de que o live action de A Pequena Sereia contará com uma atriz negra no papel de Ariel deixou algumas pessoas incomodadas. E os incomodados que se retirem.

E por falar em live action, todo mundo se empolgou quando ouviu falar do remake do Rei Leão. Mas, quando o trailer saiu e vimos os leões "de verdade" cantando, todos ficamos meio… perplexos.

O cinema nacional também marcou presença. Bacurau não foi só um sucesso de público como recebeu o maior selo de aprovação possível na internet: virou meme.

Também, 2019 foi ano de Rock in Rio. Desta vez tivemos dois destaques: Drake, pela antipatia, e Pink, por tornar realidade aquilo que a Claudia Leite tinha tentando fazer no passado, com resultados um pouco diferentes.

E já nas últimas semanas, com todos nós catando as últimas forças disponíveis para chegarmos inteiros até o fim desse ano, aparece ele. Um pequeno e verde motivo para no futuro esperança recuperar.

Valeu, cultura pop, até 2020!

Sobre as autoras

Juliana Kataoka, jornalista e redatora, trabalhou no BuzzFeed Brasil, em agências de publicidade e outros veículos. Não consegue sair das redes sociais, mas jura que tenta. Redes sociais: Twitter Facebook Instagram
Susana Cristalli, jornalista de formação, redatora de tudo um pouco e tradutora. Moradora da internet, acorda cedo pra varrer a calçada cheia de memes do dia anterior. Redes sociais: Twitter Facebook Instagram

Sobre o Blog

Vamos contar pra você, do nosso jeitinho, as histórias que mais quicaram na internet durante esta semana e que você talvez tenha perdido, ou não.

Quicando