PUBLICIDADE
Topo

14 histórias para nunca mais falar que não está sendo fácil

Juliana Kataoka

21/12/2019 08h42

Este post inclui os sucessos #cagoninha e #dentinho e uma breve entrevista com o Victor Oliveira contando como começou o #NESF, o programa do stories "Não Está Sendo Fácil".

Tudo começou há quatro meses quando em uma noite de insônia, o Victor Oliveira criou uma espécie de programinha para o Stories chamado #NESF – sigla para Não Está Sendo Fácil – inspirado por uma comunidade no Orkut em que todo mundo contava uma história engraçada que tinha vivido.

Imagem: Reprodução / Instagram

Ele que já está na internet há algum tempo sempre postando algo relacionado ao humor e entretenimento conta que em sua primeira edição o programa já foi um sucesso. "Só nessa primeira vez ganhei uns 400 seguidores. E, no dia seguinte, centenas de mensagens perguntando quando seria o próximo".

Por conta do #NESF, seu outro programinha, o #Vitinder – onde ele faz um infomercial vendendo o perfil de solteiros em busca de um meia pros seus pés cansados, e alguns filtros pro Insta com frases de meme, dos últimos quatro meses para cá ele ganhou mais de 50 mil seguidores.

Imagem: Reprodução / Instagram

A dinâmica do #NESF é a seguinte: toda terça, ele abre uma caixa de perguntas no Instagram e pede para as pessoas abrirem seu coração. E, na quarta, sempre às 21h, ele comenta as melhores histórias enviadas, geralmente rindo muito! Victor conta que recebe mensagens de todo tipo. São causos, dilemas amorosos, micos no cotidiano, micos durante o sexo e até continuações das histórias que começaram a ser contadas nos capítulos anteriores.

A identidade das pessoas é sempre protegida e, para Victor, uma das coisas mais interessantes é que, mesmo dando abertura para as pessoas enviarem suas histórias mais cabulosas por perfis fake, a maioria das pessoas manda suas histórias pelo perfil real mesmo e até mesmo acompanhadas de foto para provar sua veracidade.

Veja também:

Separamos aqui as quatorze melhores histórias do #NESF para você pensar duas vezes antes de dizer que as coisas não estão fáceis!

01. Cagoninha.


Imagem: Reprodução / Instagram

A história teve continuação.


Imagem: Reprodução / Instagram

E um final até agora feliz!


Imagem: Reprodução /Instagram

02. Dentinho.


Imagem: Reprodução /Instagram

03. Sonic.

Imagem: Reprodução /Instagram

04. Little Monster.


Imagem: Reprodução /Instagram

05. Fetiche em faxina.

Inclusive fica o alerta!

06. O "brother do meu amigo".


Imagem: Reprodução / Instagram

07. Amigo secreto.


Imagem: Reprodução /Instagram

Mas, surpreendendo os desavisados, teve gente que adoraria ter ganhado o presente!

08. Pipoqueira.


Imagem: Reprodução /Instagram

09. Tosa na Shih-Tsu.


Imagem: Reprodução /Instagram

E mais um ângulo extra, porque não dá!


Imagem: Reprodução /Instagram

Depois a audiência dividiu casos ainda piores!


Imagem: Reprodução / Instagram

10. O dublador.


Imagem: Reprodução /Instagram

11. Gata demais na praia.

Imagem: Reprodução / Instagram

12. Meu paquera Wesley.


Imagem: Reprodução /Instagram

13. Um pequeno contratempo no stalk.


Imagem: Reprodução /Instagram

Postar a foto do gato no perfil errado e apagar, beleza, é só apagar, quem viu, viu. Mas a burrada foi que ela compartilhou a foto no Facebook vinculado e lá ela não tinha acesso e foi obrigada a explicar o que aquela foto estava fazendo ali.

14. E esta aqui é a imagem do brasileiro que não desiste nem doente!


Imagem: Reprodução / Instagram

Se você deu pelo menos uma risadinha durante esse post e ficou com gostinho de quero mais, a partir de 26 de dezembro, o Victor vai fazer uma votação das melhores histórias do ano nos stories dele.

São dez categorias, nas quais as pessoas vão votar entre quatro indicados. Para não ficar injusto, "Cagoninha" e "Dentinho", duas histórias muito populares entre os seguidores, viraram categorias próprias.

O resultado da votação sai em 27 dezembro! Então, exerça o seu poder de eleitor e audiência qualificada e vote a partir do dia 26 no Instagram do Victor que você acessa clicando aqui.

Siga o Quicando nas Redes:

Sobre as autoras

Juliana Kataoka, jornalista e redatora, trabalhou no BuzzFeed Brasil, em agências de publicidade e outros veículos. Não consegue sair das redes sociais, mas jura que tenta. Redes sociais: Twitter Facebook Instagram
Susana Cristalli, jornalista de formação, redatora de tudo um pouco e tradutora. Moradora da internet, acorda cedo pra varrer a calçada cheia de memes do dia anterior. Redes sociais: Twitter Facebook Instagram

Sobre o Blog

Vamos contar pra você, do nosso jeitinho, as histórias que mais quicaram na internet durante esta semana e que você talvez tenha perdido, ou não.

Quicando