Topo
Quicando

Quicando

A teoria sobre a Lorde e o Buzz de Toy Story é tão doida que pode convencer

Susana Cristalli

10/09/2019 15h09

O fã de música pop provavelmente passa tempo demais pensando nas suas divas favoritas. Até chegar a criar em sua mente teorias que a princípio não fazem o menor sentido.

Amado? Que história é essa?

Como assim, você está falando das músicas da neozelandesa Lorde, que estourou aos 17 anos em 2013 com a música "Royals", certo?

E elas contém trechos que seriam gatilhos para o Buzz Lightyear de Toy Story. Você está ciente de que ele é um desenho animado, né?

Bom, essa primeira é fácil.

E a associação de ideias é doida só a princípio. Porque se você se deixar levar, tudo começa a se encaixar.

Veja também:

Se esta teoria for certa, Taylor Swift traduziu Sandy & Júnior o tempo todo 
O B de Cardi B definitivamente é de brasileira 

E lá pelo sexto tuíte você começa a comprar essa teoria com cada vez mais convicção. Talvez não tenha nada a ver uma coisa com a outra ou talvez… toda a carreira da Lorde é uma grande indireta pro Buzz!

Poxa vida, Lorde.

Mas espere pela revelação final.

Ela escreveu pro pobre Buzz a frase mais cruel de todas.

Faz sentido, não faz? O melhor sair um pouco da internet e ir tomar um ar?

Siga o Quicando nas Redes:
Twitter: https://twitter.com/blogquicando
Facebook: https://www.facebook.com/blogquicando/
Grupo no Facebook Quicando: https://www.facebook.com/groups/326104301631260/

Sobre as autoras

Juliana Kataoka, jornalista e redatora, trabalhou no BuzzFeed Brasil, em agências de publicidade e outros veículos. Não consegue sair das redes sociais, mas jura que tenta. Redes sociais: Twitter Facebook Instagram
Susana Cristalli, jornalista de formação, redatora de tudo um pouco e tradutora. Moradora da internet, acorda cedo pra varrer a calçada cheia de memes do dia anterior. Redes sociais: Twitter Facebook Instagram

Sobre o Blog

Vamos contar pra você, do nosso jeitinho, as histórias que mais quicaram na internet durante esta semana e que você talvez tenha perdido, ou não.