Topo
Quicando

Quicando

Tudo está tão doido que o brasileiro nunca foi tão carinhoso com a França

Susana Cristalli

27/08/2019 10h57

França e Brasil têm seu histórico de rivalidade, afinal a Copa de 98 deixou marcas profundas.

Mas o tempos mudaram, o presidente do Brasil é o Bolsonaro, o mundo está uma doideira e tudo é possível. Muitas vezes pro mal. Outras, surpreendentemente, pro bem.

Depois do comentário infeliz "alfinetando" o Macron sobre a primeira dama Brigitte, muitos brasileiros quiseram se dissociar dessas atitudes e subiram a hashtag #DesculpaBrigitte.

E uma brasileira muito especial se manifestou. Ela, que já é presidente da internet e fluente em francês, mostrou também seus dotes diplomáticos.

É verdade que a França já vinha despertando alguma simpatia na internet BR – principalmente entre os mais jovens que talvez não lembrem direito do Zidane – por causa do hábito nacional de queimar carros sempre que houver oportunidade. Os "franceses queimando carros" viraram até fantasia de Carnaval!

E, depois da vitória na Copa de 2018, o peladão de Paris ganhou vários fãs (incluindo a Juliana Kataoka!).

Veja também:
As feministas não parecem preocupadas se a Rosângela Moro arrumou a mesa

Seis ex-aliados que já pularam fora deste Titanic que é o governo Bolsonaro

Mas nunca havia havido uma mobilização virtual dessas por um país historicamente rival.

Fazer o quê se Paris tem seu charme? Quem não queria ser mandado pra lá?

Mas alguns fizeram questão de esclarecer que não se trata de apreço especial pelo Macron, é só vergonha pela falta de educação de c e r t a s p e s s o a s.

Além da falta de decoro básica, também saltou aos olhos que, como sempre, quando num casal o mais velho (bem mais velho e bem mais feio) é o homem, tá tudo bem pra sociedade.

Lembrando que o ponto aqui não é a beleza de ninguém, mas já que o presidente começou, o internauta tomou essa liberdade.

Siga o Quicando nas Redes:
Twitter: https://twitter.com/blogquicando
Facebook: https://www.facebook.com/blogquicando/
Grupo no Facebook Quicando: https://www.facebook.com/groups/326104301631260/

Sobre as autoras

Juliana Kataoka, jornalista e redatora, trabalhou no BuzzFeed Brasil, em agências de publicidade e outros veículos. Não consegue sair das redes sociais, mas jura que tenta. Redes sociais: Twitter Facebook Instagram
Susana Cristalli, jornalista de formação, redatora de tudo um pouco e tradutora. Moradora da internet, acorda cedo pra varrer a calçada cheia de memes do dia anterior. Redes sociais: Twitter Facebook Instagram

Sobre o Blog

Vamos contar pra você, do nosso jeitinho, as histórias que mais quicaram na internet durante esta semana e que você talvez tenha perdido, ou não.