Topo
Quicando

Quicando

Nada uniu mais haters de funk e fãs de funk do que criticar Skol da Anitta

Juliana Kataoka

09/10/2019 11h20

Anitta foi nomeada head de criação e inovação para a Skol Beats e a Skol Beats 150 BPM é o primeiro lançamento da marca com a cantora no cargo.

A bebida é um shot de 100 ml de uma bebida fluorescente com um teor alcóolico de quase 14% que deve estar disponível no mercado ainda esta semana.


O índice alcóolico é o dobro da Skol Beats Azul e bem próximo do índice alcóolico do Corote que é de 13,5%. Como a gente ainda não sabe sobre sabor, até aqui a maior diferença é na quantidade de bebida: o Corote traz 500 ml por unidade.

Anitta contou em evento de publicidade que terá participação nos lucros das bebidas que ajudar a desenvolver.


Em março é previsto mais um lançamento.

E, pela repercussão nas redes sociais o lançamento foi um sucesso.

E é claro que virou meme!

Veja também:
Esta treta sobre Amazônia fez bolsonitta virar Anitta Rousseff, entenda
25 momentos que mais quicaram no Rock In Rio 2019
Dog da Anitta fareja falsidade e gera memes que serão o biscrock do seu dia

O 150 BPM é o funk mais acelerado e o ritmo que domina os bailes no Rio e vem na contramão do funk mais superproduzido de São Paulo e representado pelo Kondzilla.

Uma galera não achou nada maneiro o fato de Anitta se apropriar de um subgênero do qual ela nem faz parte e o transformar em produto.

Principalmente levando em conta que um dos principais responsáveis pela popularização do ritmo, o Rennan da Penha, está preso por associação ao tráfico.

E a coisa toda ficou especialmente chata porque tudo isso aconteceu na semana de um desentendimento de Ludmilla com Anitta pela autoria de Onda Diferente.


A treta está toda explicada nesta matéria do Léo Dias.

Mas nada tira a capacidade do brasileiro de sonhar.

Siga o Quicando nas Redes:
Twitter: https://twitter.com/blogquicando
Facebook: https://www.facebook.com/blogquicando/
Grupo no Facebook Quicando: https://www.facebook.com/groups/326104301631260/

Sobre as autoras

Juliana Kataoka, jornalista e redatora, trabalhou no BuzzFeed Brasil, em agências de publicidade e outros veículos. Não consegue sair das redes sociais, mas jura que tenta. Redes sociais: Twitter Facebook Instagram
Susana Cristalli, jornalista de formação, redatora de tudo um pouco e tradutora. Moradora da internet, acorda cedo pra varrer a calçada cheia de memes do dia anterior. Redes sociais: Twitter Facebook Instagram

Sobre o Blog

Vamos contar pra você, do nosso jeitinho, as histórias que mais quicaram na internet durante esta semana e que você talvez tenha perdido, ou não.