Topo
Quicando

Quicando

Hashtags para criticar Felipe Neto foram tomadas por apoiadores do youtuber

Juliana Kataoka

09/09/2019 23h57

Na última sexta-feira (06) Marcelo Crivella, prefeito do Rio de Janeiro, mostrou indignação em relação a uma HQ da Marvel que estava sendo vendida na Bienal do Rio, por conter em seu interior um beijo entre dois personagens homens.

Isso fez com que o prefeito convocasse autoridades a se dirigirem ao evento com objetivo de confiscar o título e quaisquer outros de temática LGBTQ.

Em resposta a isso, Felipe Neto criticou o prefeito e disse que o que ele estava fazendo se tratava de censura. Mas o youtuber fez mais: ele comprou 14 mil exemplares de livros com conteúdo LGBT que estavam sendo vendidos na Bienal e anunciou que ele seriam distribuídos gratuitamente no sábado (07).

No sábado, a distribuição começou. Antes disso, em caráter preventivo, a Bienal do Livro entrou com um mandado de segurança na Justiça, motivado pela tentativa de censura. Mas o desembargador Claudio de Mello Tavares, presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, derrubou a liminar que impedia o recolhimento dos títulos.

Ao final do dia, fiscais da prefeitura chegaram na Bienal para impedir a distribuição dos livros. Só que quando os fiscais adentraram o espaço, todos os livros já haviam sido distribuídos e o público começou a se manifestar contra a ação.

Veja também:
Cariocas estão colando beijo gay em problemas reais pro Crivella se tocar
Chats de Deltan com ele mesmo esgotaram cota de vergonha alheia para 2019
Tudo está tão doido que o brasileiro nunca foi tão carinhoso com a França

Já que ao vivo a tática de esculachar o Felipe Neto não deu muito certo, a hashtag #paiscontrafelipeneto chegou aos assuntos mais comentados do Twitter. Um dos tuítes mais populares foi esse aqui de autoria do deputado Carlos Jordy.


Porém, quando você clicava para ver os demais tweets com a hashtag, os tuítes a favor eram mais populares do que aqueles contra Felipe Neto.


No Twitter, se uma hashtag não continua viral, um novo assunto entra no lugar do antigo para que os assuntos do momento sempre estejam atualizados. E, depois de algum tempo, a hashtag #paiscontrabolsonaro caiu. Então, uma nova hashtag foi criada, #FelipeNetoLixo. Na nova hashtag, a deputada do PSL a participar com um tweet popular foi Carla Zambelli.

E, apesar de alguns tweets populares de influenciadores de direita, mais uma vez, os tweets de apoio à Felipe Neto foram mais populares do aqueles contra o youtuber.

Atualização: Após as hashtags #FelipeNetoLixo e #PaisContraFelipeNeto se alternarem nos Trending Topics na segunda, na manhã da terça-feira (10), o assunto #paiscomfelipeneto ocupava a primeira posição de assuntos mais populares do Twitter.

Siga o Quicando nas Redes:
Twitter: https://twitter.com/blogquicando
Facebook: https://www.facebook.com/blogquicando/
Grupo no Facebook Quicando: https://www.facebook.com/groups/326104301631260/

Sobre as autoras

Juliana Kataoka, jornalista e redatora, trabalhou no BuzzFeed Brasil, em agências de publicidade e outros veículos. Não consegue sair das redes sociais, mas jura que tenta. Redes sociais: Twitter Facebook Instagram
Susana Cristalli, jornalista de formação, redatora de tudo um pouco e tradutora. Moradora da internet, acorda cedo pra varrer a calçada cheia de memes do dia anterior. Redes sociais: Twitter Facebook Instagram

Sobre o Blog

Vamos contar pra você, do nosso jeitinho, as histórias que mais quicaram na internet durante esta semana e que você talvez tenha perdido, ou não.