Topo
Quicando

Quicando

A Laura teve a melhor ideia para cobrar quem estava devendo pra ela

Juliana Kataoka

29/08/2019 00h25

Em tempos de moratória, a Laura estudante de Belo Horizonte criou uma das melhores estratégias para fazer com que seus conhecidos pagassem o dinheiro devido a ela.


Reprodução / Twitter
E tudo o que você vai precisar é de um grupo de WhatsApp.

Ela criou um grupo chamado "pessoas que me devem" e informou que, os membros que pagassem suas dívidas com ela, estavam liberados a deixar o grupo.


Reprodução / Twitter
Não é das piores ideias. Muitas pessoas não pagam suas dívidas apenas porque se esquecem delas e com um grupo com o nome "pessoas que me devem" enviando notificações, vai ficar difícil trocar mensagens no app, sem lembrar que está devendo.

Parece que a iniciativa de cobrar os devedores via grupo de WhatsApp deu tão certo que ela resolveu usar a ideia para outros fins.


Para cobrar o pessoal que está com as suas roupas, os livros que você não acha.

Detalhe que a primeira pessoa a se manifestar sobre a dívida, não estava nem devendo à Laura de verdade. Foi apenas um amigo que ela convenceu a dizer aquilo pra incentivar os outros devedores a regularizar sua situação.


Oscar de melhor atuação de Zap pro Pedro!

Veja também:
Esta é a prova de que o brasileiro fez do rolê aleatório um estilo de vida
A saga dessa mãe de pet que chamou os bombeiros pra resgatar seu hamster
Silêncio, as pessoas estão descobrindo coisas que sempre existiram

Eis que o tweet da Laura viralizou e surgiu então o medo de que o feitiço virasse contra a feiticeira.


Serasa, FMI, corre aqui pra ver um negócio!

Opa! E não é que se estratégia funciona para outras coisitas más!


Aí eu vi vantagem!

A galera amou a estratégia.


É pra resolver de vez o seu problema com crédito consignado!

E alguns imaginaram de forma vívida até demais se essa moda pegasse.


Isso seria meio chato!

Só que dependendo de quem você vai cobrar pode ser que não adiante muito.


Nem tudo é perfeito, infelizmente.

Update: Como um leitor chamou a atenção corretamente, vale ficar atento com quem você faz o que a Laura fez. A cobrança pode ser interpretada como conduta vexatória e ser passível de processo!

Siga o Quicando nas Redes:
Twitter: https://twitter.com/blogquicando
Facebook: https://www.facebook.com/blogquicando/
Grupo no Facebook Quicando: https://www.facebook.com/groups/326104301631260/

Sobre as autoras

Juliana Kataoka, jornalista e redatora, trabalhou no BuzzFeed Brasil, em agências de publicidade e outros veículos. Não consegue sair das redes sociais, mas jura que tenta. Redes sociais: Twitter Facebook Instagram
Susana Cristalli, jornalista de formação, redatora de tudo um pouco e tradutora. Moradora da internet, acorda cedo pra varrer a calçada cheia de memes do dia anterior. Redes sociais: Twitter Facebook Instagram

Sobre o Blog

Vamos contar pra você, do nosso jeitinho, as histórias que mais quicaram na internet durante esta semana e que você talvez tenha perdido, ou não.