Topo
Quicando

Quicando

A Vaza Jato a conta-gotas não é por acaso e esta thread analisa o motivo

Susana Cristalli

17/06/2019 22h34

O Leo Martins, que é jornalista, fez no Twitter uma análise da Vaza Jato que não tem tanto a ver com o conteúdos dos vazamentos, e mais com o JEITO que eles foram divulgados.

Ele logo deixa claro que é amigo do Leandro Demori, do The Intercept, e que admira o trabalho que está sendo feito por eles. Mas aí ele foca num ponto específico: a estratégia de divulgação dos vazamentos.

Praticamente, o que estão fazendo é uma estratégia adaptada aos tempos de Netflix, spoilers, e bombardeio de estímulos.

Nestes tempos de déficit de atenção e pouco interesse pela verdade, a estratégia pode renovar a forma em que consumimos jornalismo.

Liberar uma quantidade enorme de informação de uma vez só, por mais bombástica que fosse, poderia não ter tido o mesmo impacto.

E essa estratégia ainda pode ter uma vantagem a mais.

Por enquanto, parece estar dando certo.

O fandom da Vaza Jato fica mesmo pedindo mais e reagindo como se cada nova revelação fosse o próximo episódio da sua série favorita.

Veja também:

Polêmica Dallagnol: desde quando carioca convida os outros pra sua casa? 

Não está colando com todo mundo o ataque hacker no vazamento da Lava Jato 

Quem você prende, solta ou casa no vazamento da Lava Jato? 

Sobre as autoras

Juliana Kataoka, jornalista e redatora, trabalhou no BuzzFeed Brasil, em agências de publicidade e outros veículos. Não consegue sair das redes sociais, mas jura que tenta. Redes sociais: Twitter Facebook Instagram
Susana Cristalli, jornalista de formação, redatora de tudo um pouco e tradutora. Moradora da internet, acorda cedo pra varrer a calçada cheia de memes do dia anterior. Redes sociais: Twitter Facebook Instagram

Sobre o Blog

Vamos contar pra você, do nosso jeitinho, as histórias que mais quicaram na internet durante esta semana e que você talvez tenha perdido, ou não.